ceratocone, cornea, e doenças externas, lentes de contato, especializada pelo conselho brasileiro de oftalmologia, oftalmologista, cirurgia refrativa, transplante de córneas

Currículo

Thales Antonio Abra de Paula


Médico graduado pela Universidade Federal do Triângulo Mineiro UFTM . Médico do departamento de oftalmologia do Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo – USP. Residência Médica IOTC – MEC. Título Especialista em Oftalmologia CBO/AMB . Especialização em Córnea e Doenças Externas na Universidade de São Paulo – USP . Médico Pesquisador Universidade de São Paulo HC-FMUSP (2013-2015), atuando em projetos de pesquisa com ênfase em procedimentos cirúrgicos no tratamento do ceratocone. Atualmente Médico Voluntário em Oftalmologia do Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo – USP. 

 

Formação acadêmica/titulação


2016 – 2018
Médico Voluntário Oftalmologia.
Universidade de São Paulo – HC FMUSP, USP, Brasil.
2013 – 2015
Médico Pesquisador.
Universidade de São Paulo – HC FMUSP, USP, Brasil.
2011 – 2013
Sub-especialidade em Córnea e Doenças Externas.
Universidade de São Paulo – HC FMUSP, USP, Brasil.
2008 – 2011
Residência médica.  MEC
Instituto de Oftalmologia Tadeu Cvintal, IOTC, Brasil. Residência médica em: Oftalmologia
Bolsista do(a): Ministério Educação e Cultura, MEC, Brasil.
2002 – 2007
Graduação em Medicina.
Universidade Federal do Triângulo Mineiro, UFTM, Brasil.

Projetos de pesquisa


2012 – 2013
Alterações refrativas e visuais em olhos com ceratocone após implante de anel intra-estromal seguido por crosslinking vs. crosslinking seguido por anel intra-estromal
 
Descrição: O ceratocone é uma patologia bilateral, não inflamatória caracterizado pelo progressivo aumento da curvatura corneana. A córnea assume um formato cônico irregular que culmina com a diminuição da acuidade visual secundária ao elevado astigmatismo irregular. Classicamente as opções terapêuticas em ceratocone com córneas claras são limitadas a prescrição de óculos e adaptação de lentes de contato. Transplantes de córnea são indicados em casos de cicatrizes corneanas centrais e intolerância a lentes de contato. Uma vez que a maioria dos pacientes acometidos são adultos jovens com córneas transparentes e a ceratoplastia penetrante possui riscos significativos, um tratamento adicional para melhorar a acuidade visual sem correção em pacientes com intolerância ao uso de lentes de contato pode ser benéfico. O conceito de adição de tecido na periferia corneana para remodelar a curvatura anterior foi apresentado primeiramente por Barraquer em 1949. Segundo o autor quando material é removido da área central da córnea ou adicionado a periferia um efeito de aplainamento central é alcançado. O efeito corretivo varia em proporção direta com a espessura do implante e em proporção inversa a seu diâmetro. Protocolo HC: 0693/11..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Thales Antonio Abra de Paula – Integrante / Milton Ruiz Alves – Coordenador / Fernando Betty Cresta – Integrante / Rodrigues – Integrante.
Financiador(es): Universidade de São Paulo – USP – Outra.

2011 -2013
Análise de frente de ondas e aberrações oculares em pacientes com ceratocone submetidos a implante de anéis intraestromais.
 
Descrição: O ceratocone é uma patologia bilateral, não inflamatória caracterizado pelo progressivo aumento da curvatura corneana. A córnea assume um formato cônico irregular que culmina com a diminuição da acuidade visual secundária ao elevado astigmatismo irregular. Classicamente as opções terapêuticas em ceratocone com córneas claras são limitadas a prescrição de óculos e adaptação de lentes de contato. Transplantes de córnea são indicados em casos de cicatrizes corneanas centrais e intolerância a lentes de contato. Uma vez que a maioria dos pacientes acometidos são adultos jovens com córneas transparentes e a ceratoplastia penetrante possui riscos significativos, um tratamento adicional para melhorar a acuidade visual sem correção em pacientes com intolerância ao uso de lentes de contato pode ser benéfico. O conceito de adição de tecido na periferia corneana para remodelar a curvatura anterior foi apresentado primeiramente por Barraquer em 1949. Segundo o autor quando material é removido da área central da córnea ou adicionado a periferia um efeito de aplainamento central é alcançado. O efeito corretivo varia em proporção direta com a espessura do implante e em proporção inversa a seu diâmetro. Protocolo HC: 0591/11..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Thales Antonio Abra de Paula – Integrante / Milton Ruiz Alves – Coordenador / Fernando Betty Cresta – Integrante / LIMA – Integrante.
Financiador(es): Universidade de São Paulo – HC FMUSP – Outra.

2011 – 2015
Análise comparativa dos resultados do crosslinking personalizado com o convencional em pacientes com ceratocone.
 
Descrição: O ceratocone é uma ectasia corneana não inflamatória com distorção axial, culminando num astigmatismo irregular miópico. A protrusão apical causa afilamento do ápice e a progressão da doença leva à formação de cicatrizes e importante baixa visual. As opções de tratamento do ceratocone são diversas, sendo individualizadas caso a caso. Destaca-se a importância de novas opções terapêuticas que atuam diretamente no estroma corneano alterado, surgindo assim grande interesse no estudo do colágeno que é um polímero natural com ligações covalentes entre moléculas de tropocolágeno . A promoção de ligações covalentes (“Cross-linking”) do colágeno corneano está entre as novas técnicas de fortalecimento da córnea. A reticulação polimérica corneana ocorre na presença de radiação UVA (370 nm) e riboflavina que atua como catalisador da reação sem causar efeito citotóxico direto no estroma da córnea. A paquimetria mínima para o procedimento é 400 micra . Wollensack et al marcaram o início da utilização de UVA em pacientes com ceratocone. A maior indicação do crosslinking corneano é para inibir a progressão de ectasias corneanas. Protocolo HC 0529/11..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Thales Antonio Abra de Paula – Integrante / Milton Ruiz Alves – Coordenador / Fernando Betty Cresta – Integrante.
Financiador(es): Universidade de São Paulo – HC FMUSP – Outra.

2005 – 2006
Avaliação do papel do óxido nítrico produzidos por linhagens de camundongos durante infecção experimental por Paracoccidioides brasillensis
 
Descrição: A paracoccidioidomicose é uma micose de evolução crônica, de padrão granulomatoso, causada pelo fungo Paracoccidioides brasiliensis, que dependendo da imunossupressão celular, pode ser benigna ou severa, tanto em humanos com em camundongos. Camundongos susceptíveis à infecção (B10A) apresentam um padrão de resposta do tipo Th2,com redução da linfoproliferação e baixos níveis de IL-2, TNF-alfa e IFN-gama. Por outro lado apresentam um aumento na produção de IL-4 e uma inversão da relação de linfócitos CD4/CD8 e hipergamaglobulinemia com aumento dos níveis séricos de IgA, IgG, IgE e de imunocomplexos. Nosso objetivo foi verificar se macrófagos peritoneais obtidos de animais geneticamente diferentes (B10A e ASn) produzem NO de maneira diferenciada durante a imunossupressão. Camundongos isogênicos machos de aproximadamente 4 semanas da linhagem B10A (susceptíveis) e ASn (resistentes) foram inoculados com 106 formas do fungo P. Brasiliensis. Como controle foram utilizados animais das mesmas linhagens não infectados. Os animais foram sacrificados no 60º dia pós-infecção para a obtenção de células do lavado broncoalveolar e macrófagos peritoneais, para realização da cultura de células e para coleta de sobrenadantes. As células foram plaqueadas (106 células/poço ? placa de 48 poços) e estimuladas com LPS (10 pg) e Pha (10 pg). Os sobrenadantes destas culturas de células foram coletadas 24h após o estímulo e utilizadas para dosagem de NO pelo método Gries. Os macrófagos peritoneais obtidos de camundongos não-infectados de ambas as linhagens produzem óxido nítrico em concentrações semelhantes, mesmo após o estímulo destas células in vitro com estímulos policlonais (LPS e Pha) a produção deste mediador não se diferencia. Contudo, os macrófagos peritoneais obtidos de camundongos infectados da linhagem susceptível (B10.A) produzem significativamente mais óxido nítrico do que aqueles obtidos da linhagem resistente (A/Sn). O estímulo in vitro com ativadores policlonais induz uma ma.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .

Integrantes: Thales Antonio Abra de Paula – Coordenador / Márcia Antoniazi Michelin – Integrante.
Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais – Bolsa.
Número de produções C, T & A: 1

2004 – 2005
Ensaio clínico controlado avaliando a efetividade do tratamento de gestantes hipertensas
 
Descrição: OBJETIVO: Comparar as intercorrências clínicas materno-fetais e a efetividade do tratamento entre grupos das síndromes hipertensivas na gestação (SHG). MÉTODOS: Foram revisados 200 prontuários de gestantes com SHG, sendo avaliados as intercorrências fetais, a classificação da síndrome hipertensiva e o uso de anti-hipertensivos. RESULTADOS: Entre as intercorrências maternas, 85 (42,5 por cento) das pacientes foram classificadas no grupo controle; 32 (16 por cento) apresentaram hipertensão gestacional (HG); 67 (33,5 por cento) PE; 6 (3 por cento) hipertensão crônica; e 10 (5 por cento) pré-eclâmpsia sobreposta a hipertensão crônica (PSHC). Os menores valores para a idade gestacional, peso dos recém-nascidos e para o índice de Apgar foram observados nos grupos de pacientes com PE e PSHC. A utilização do tratamento não alterou os parâmetros perinatais em relação aos grupos com HG. O grupo de pacientes com PE apresentou a menor idade gestacional e o menor índice de Apgar quando comparado ao grupo controle. CONCLUSÃO: A introdução da terapia anti-hipertensiva durante a gestação foi de fundamental importância para o atendimento à gestante com SHG, embora tenha proporcionado poucos avanços em relação à prevenção das intercorrências perinatais, pois não houve alteração dos parâmetros gestacionais nos casos em que se comparou a utilização do tratamento. A medicação utilizada pouco interfere no fluxo sangüíneo materno-fetal, e conseqüentemente, nas condições de nascimento da criança.(AU).
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Thales Antonio Abra de Paula – Integrante / FERRÃO, Mauro Henrique de Lima – Coordenador / PEREIRA, Ana Carolina Lúcio – Integrante / GERSGORIN, Heloísa Cristina Torres Soares – Integrante / CORRÊA, Rosana Rosa Miranda – Integrante / CASTRO, Eumênia Costa da Cunha – Integrante.

Número de produções C, T & A: 6

2003 – 2005
Avaliação dos Receptores de Prostaglandinas envolvidas na imunossupressão durante a infecção experimental por Paracoccidioides brasiliensis
 
Descrição: Avaliação dos Receptores de Prostaglandinas envolvidas na imunossupressão durante a infecção experimental por Paracoccidioides brasiliensis Descrição: Recentemente, demonstramos que em infecções por P. brasiliensis ocorre aumento da produção de PGE2 e que a imunossupressão e as lesões hepáticas e pulmonares observadas nesta infecção pode ser revertida pelo tratamento com drogas inibidoras da COX-2. O papel imunomodulador das prostaglandinas foi inicialmente conhecido por experimentos realizados in vitro que demonstravam que este eicosanóide inibe a síntese de IL-2, TNF-a,IFN-g e a expressão de moléculas MHC classe II, por outro lado, demonstrou-se que ocorria um aumento de IL-10 e, em alguns casos, de IL-4. Existem quatro subtipos de receptores de prostaglandina E2 (EP1, EP2, EP3 e EP4), sendo que a ativação de cada um deles leva a vias de sinalização intracelulares diferentes. O objetivo deste projeto é determinar, utilizando a infecção por P. brasiliensis em animais susceptíveis e resistentes, qual destes subtipos poderia ser responsável pela imunossupressão. Processo CNPq n 474086/03-8..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) .

Integrantes: Thales Antonio Abra de Paula – Integrante / Márcia Antoniazi Michelin – Coordenador / Ariana Borges – Integrante.
Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – Auxílio financeiro.

 

Outros Projetos


2009 – 2010
Avaliação de técnicas cirúrgicas em pacientes com catarata e iridosquise
 
Descrição: A Iridosquise é a separação dos folhetos da íris, uma condição rara que afeta idosos do sexo feminino sendo tipicamente bilateral. Objetivo: Comparar tecnicas cirurgicas já estabelecidas em pacientes portadores de iridosquise. Resultado parcial: Relato de caso de facoemulsificação (faco) em uma paciente com iridosquise e catarata branca. Acuidade visual (AV) em decimal com correção ótica (cc) olho esquerdo (OE) apresentava-se 0.001 . Foi utilizada a técnica ?stop and chop? com quatro afastadores (ganchos) de íris e utilizado lente intra-ocular (LIO) acrílica dobrável hidrofóbica de três peças sendo introduzida dentro do saco capsular. A paciente evoluiu no pós-operatório (PO) com córnea clara, pressão intra-ocular (PIO) controlada e estável. Após 30 dias de cirurgia apresentava AV de 1.0 com correção. O implante de ganchos de íris tem papel fundamental no sucesso cirúrgico de pacientes com catarata e iridosquise. Descritores: Doenças da Íris, cirurgia de catarata, facoemulsificação..
Situação: Concluído; Natureza: Outra.

Integrantes: Thales Antonio Abra de Paula – Coordenador / Monique L. Avozani – Integrante / Alexandre Mine – Integrante / Maria Helena Lopes Amigo – Integrante.

Número de produções C, T & A: 3

2008 – 2010
Avaliação dos resultados cirúrgicos do Implante de Drenagem Molteno 3
 
Descrição: Objetivo: Relatar a eficácia do implante de drenagem Molteno 3 em 4 casos de pacientes glaucomatosos. Métodos: Série de 4 casos de implante de drenagem Molteno 3 com acompanhamento dos resultados da pressão intra-ocular (PIO), acuidade visual (AV), achados biomicroscópicos, bem como suas complicações, até o terceiro ano pós-operatório (PO). Resultados parciais: Durante um período de 6 meses acompanhou-se 4 casos de pacientes glaucomatosos submetidos ao implante de drenagem Molteno 3. Observou-se 2 casos com sucesso absoluto, 1 sucesso relativo e outro caso foi realizado a retirada do implante de drenagem Molteno 3 por extrusão do tubo devido intercorrência secundária ao não seguimento correto do repouso pós-operatório pelo paciente. Complicações ocorreram em 2 casos no período avaliado. Discussão: A idade dos pacientes variou de 46 a 68 anos. A indicação cirúrgica mais freqüente foi glaucoma neovascular. A AV piorou nos 3 casos. O paciente que foi submetido a retirada do implante de drenagem Molteno 3 evoluiu com perda total da visão. Dos 3 casos com seguimento completo 2 obtiveram sucesso absoluto e outro relativo no controle da PIO. Conclusão: Os resultados pressóricos parciais são animadores mas devemos acompanhar a evolução por um maior período além de aumentar o número de cirurgias para uma análise mais confiável.
Situação: Em andamento; Natureza: Outra.

Integrantes: Thales Antonio Abra de Paula – Integrante / Juliana Almodin – Coordenador / Flavia Almodin – Integrante / Tadeu Cvintal – Integrante.

Número de produções C, T & A: 2

 

 

Prêmios e títulos


2011
Título de Especialista em Oftalmologia, Conselho Brasileiro de Oftalmologia.

 

Produções

 

Artigos completos publicados em periódicos

 

1.

Almodin, Juliana ; Paula, Thales Antonio Abra de ; Almodin, Flavia ; CVINTAL, Tadeu ; DE PAULA, Thales. A. A. . Implantes de drenagem Molteno 3®. Revista Brasileira de Oftalmologia (Impresso), v. 70, p. 88-92, 2011.

2.

DE PAULA, Thales. A. A.; AMIGO, M. H. L. ; AVOZANI, M. L. ; MINE, A. . Facoemulsificação com uso de gancho de íris em paciente com iridosquise. Revista Brasileira de Oftalmologia (Impresso), v. 70, p. 188-190, 2011.

3.

FERRÃO, Mauro Henrique de Lima ; PEREIRA, Ana Carolina Lúcio ; GERSGORIN, Heloísa Cristina Torres Soares ; DE PAULA, Thales. A. A. ; CORRÊA, Rosana Rosa Miranda ; CASTRO, Eumênia Costa da Cunha . Perinatal outcome in the different clinical forms of hypertension during pregnancy. Revista da Associação Médica Brasileira (1992. Impresso), v. 52, p. 390-394, 2006.

Capítulos de livros publicados
1.
DE PAULA, Thales. A. A.; ROISMAN, V. ; CRESTA, F. B. . CERATITE NEUROTRÓFICA. In: ALVES, M. R.; NAKASHIMA, Y.; TANAKA, T. (Org.). CLÍNICA OFTALMOLÓGICA HCFMUSP – CONDUTAS PRÁTICAS EM OFTALMOLOGIA. 1ed.RIO DE JANEIRO: CULTURA MÉDICA: GUANABARA KOOGAN, 2013, v. 1, p. 453-455.

 

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
Lincoln Pereira Silva Daloglio ; AMIGO, M. H. L. ; DE PAULA, Thales. A. A. . Ovnis na Oftalmologia. In: XXXVI Congresso Brasileiro de Oftalmologia, 2011, Porto Alegre RS. Festival Vídeos, 2011.

 

2.
Rodrigo Cano Zorzeto ; DE PAULA, Thales. A. A. ; AMIGO, M. H. L. . Cirurgia de catarata e Iridosquise. In: XXXVI Congresso Brasileiro de Oftalmologia, 2011, Porto Alegre RS. Relatos de caso, 2011.

 

3.
AVOZANI, M. L. ; DE PAULA, Thales. A. A. . Catarata e iridosquise – O Dia D. In: XIX Congresso Brasileiro de Prevenção a Cegueira e Reabilitação Visual, 2010, Salvador, BA. XIX CBO, 2010.

 

4.
AVOZANI, M. L. ; DE PAULA, Thales. A. A. ; GIACOMMETI, R. ; CVINTAL, Tadeu . Catarata e osteogenesis imperfeita – missão impossível. In: XIX Congresso Brasileiro de Prevenção a Cegueira e Reabilitação Visual, 2010, Salvador, BA. XIX CBO, 2010.

 

5.
ALMODIN F. ; DE PAULA, Thales. A. A. ; Almodin, Juliana . Série de Casos com Implantes de drenagem Molteno 3. In: Congresso Internacional de Catarata e Cirurgia Refrativa, 2010, Natal RN. Posteres, 2010.

 

6.
DE PAULA, Thales. A. A.; BORGES ; PEDROSA A. L. ; MICHELIN, M. A. . Avaliação do papel da Prostaglandinas E2 e do óxido nítrico produzidos por diferentes tipos de células durante à infecção experimental por paracoccidioides brasiliensis. In: XIV Jornada de Iniciação Cinetífica., 2006, Uberaba MG. Trabalhos de iniciação científica. Uberaba, 2006. v. XIV. p. 70-70.

 

7.
COUTINHO, S. ; ROMAO, T. C. ; SILVEIRA, I. L. ; MICHELAN, M. S. ; DE PAULA, Thales. A. A. ; PINHEIRO, S. A. . Relação entre Circunferência abdominal, pressão arterial, IMC e dislipidemia – Dados obtidos no dia de prevenção e combate à Hipertensão Arterial de 2004 em Uberaba – MG, 2004.. In: XV Congresso da Sociedade Mineira de Cardiologia, realizado pela Associação Médica de Minas Gerais e pela Sociedade Brasileira de Cardiologia,, 2004, Belo Horizonte. Temas livres APRESENTACAO 09/07/2004, 2004. p. 27-27.

 

8.
RESENDE, L. A. P. R. ; DE PAULA, Thales. A. A. ; PEREIRA, Ana Carolina Lúcio ; CASTRO, E. C. ; MOREIRA, D. L. ; FERREIRA, E. B. ; GERGORIN, H. C. T. S. ; CORREA, R. R. M. ; SILVA, A. O. . Avaliação dos parâmetros antropometricos e efetividade do tratamento de gestantes com Síndromes Hipertensivas. In: XV Congresso da Sociedade Mineira de Cardiologia, realizado pela Associação Médica de Minas Gerais e pela Sociedade Brasileira de Cardiologia,, 2004, Belo Horizonte. Temas livres APRESENTACAO 09/07/2004, 2004. p. 26-26.

 

Apresentações de Trabalho
1.
DE PAULA, Thales. A. A.. Aula Pré- Congresso de Ceratocone : Anel intra-estromal. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

 

2.
DE PAULA, Thales. A. A.. Tratamento cirúrgico ceratocone: caso clínico. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

 

3.
DE PAULA, Thales. A. A.. Aula Pré Congresso Ceratocone: Anel intra-estromal Caso clínico. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

 

4.
DE PAULA, Thales. A. A.. Anel Intra-Estromal no Ceratocone. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

 

5.
DE PAULA, Thales. A. A.. Implante de Anel Intra-estromal em Ceratocone. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

 

6.
DE PAULA, Thales. A. A.. Ceratocone – Anel de Ferrara : Caso Clínico. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

 

7.
DE PAULA, Thales. A. A.. Crosslinking Personalizado. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

 

8.
DE PAULA, Thales. A. A.; ROISMAN, V. . Córnea Verticillata – Doença de Fabry. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

 

9.
DE PAULA, Thales. A. A.. Anel intra estromal e Crosslinking em pacientes co ceratocone. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

 

10.
Flavia Almodin ; DE PAULA, Thales. A. A. ; AMIGO, M. H. L. ; LAZZARETTI, M. ; MINE, A. . Cirurgia de catarata e Iridosquise. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

 

11.
Lincoln Pereira Silva Daloglio ; AMIGO, M. H. L. ; DE PAULA, Thales. A. A. . Ovnis na Oftalmologia. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

 

12.
Rodrigo Cano Zorzeto ; DE PAULA, Thales. A. A. ; AMIGO, M. H. L. . Cirurgia de catarata e Iridosquise. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

 

13.
DE PAULA, Thales. A. A.. Crosslinking Personalizado. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

 

14.
VAQUERO, C. C. S. ; DE PAULA, Thales. A. A. ; GIACOMMETI, R. ; AVOZANI, M. L. . Catarata e Osteogenesis imperfecta. 2010. (Apresentação de Trabalho/Outra).

 

15.
DE PAULA, Thales. A. A.; HAMADA, A. . Cisto Epitlial da íris: Ovnis na Oftalmologia. 2010. (Apresentação de Trabalho/Outra).

 

16.
DE PAULA, Thales. A. A.; LEAL, E. B. ; AMIGO, M. H. L. . Catarata polar posterior: Como Proceder?. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

 

17.
Alexandre Mine ; DE PAULA, Thales. A. A. . Faco em córnea opaca sob iluminação direta. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

 

18.
DE PAULA, Thales. A. A.; BUHLER JUNIOR, C. ; TENORIO, L. F. ; AVOZANI, M. L. ; Alexandre Mine . Catarata e iridosquise. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

 

19.
Juliana Almodin ; DE PAULA, Thales. A. A. . Tubo de molteno 3 Geração. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

 

20.
MELO, A. A. ; DE PAULA, Thales. A. A. ; SATO, R. M. ; Alexandre Mine . Catarata Pós Trauma. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

 

21.
DE PAULA, Thales. A. A.; TENORIO, L. F. ; AVOZANI, M. L. ; Alexandre Mine . Cirurgia de Catarata e Iridosquise. 2010. (Apresentação de Trabalho/Outra).

 

22.
Alexandre Mine ; CVINTAL, V. ; DE PAULA, Thales. A. A. . Faco em córea opaca sob iluminação direta:como faço?. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

 

23.
AVOZANI, M. L. ; DE PAULA, Thales. A. A. . Catarata e iridosquise – O Dia D. 2010. (Apresentação de Trabalho/Outra).

 

24.
AVOZANI, M. L. ; DE PAULA, Thales. A. A. ; GIACOMMETI, R. . Catarata e osteogenesis imperfeita – missão impossível. 2010. (Apresentação de Trabalho/Outra).

 

25.
ALMODIN F. ; DE PAULA, Thales. A. A. ; ALMODIN, J. M. . Implantes de drenagem Molteno 3®. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

 

26.
AMIGO, M. H. L. ; DE PAULA, Thales. A. A. ; WAGNER, G . Neuropatia Óptica Isquêmica Posterior como complicação pós cirurgia de blefaroplastia: Relato de caso. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

 

27.
DE PAULA, Thales. A. A.; AMIGO, M. H. L. ; AVOZANI, M. L. ; MINE, A. . Cirurgia de catarate e iridosquise. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

 

28.
Flavia Almodin ; DE PAULA, Thales. A. A. ; Juliana Almodin . Série de Casos com Implantes de drenagem Molteno 3. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

 

29.
DE PAULA, Thales. A. A.. Catarata em osteogênesis imperfecta. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

 

30.
DE PAULA, Thales. A. A.. Diagnósticos diferenciais de buraco macular. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

 

31.
Leila C. Morais ; DE PAULA, Thales. A. A. ; Wagner Ghirelli . Turvação vítrea em criança. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

 

32.
FERRAO, M. H. L. ; DE PAULA, Thales. A. A. ; CORREA, R. R. M. ; CASTRO, Eumênia Costa da Cunha . Resultados Perinatais nas Diversas Formas Clínicas de Hipertensão Durante a Gestação. 2006. (Apresentação de Trabalho/Outra).

 

33.
FERRÃO, Mauro Henrique de Lima ; PEREIRA, Ana Carolina Lúcio ; DE PAULA, Thales. A. A. ; GERSGORIN, Heloísa Cristina Torres Soares ; CORRÊA, Rosana Rosa Miranda ; CASTRO, Eumênia Costa da Cunha . Efetividade do Tratamento de Gestantes com Síndromes Hi-pertensivas da Gestação. 2005. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

 

34.
Alberto B. Peixoto ; CASTRO, Eumênia Costa da Cunha ; CORRÊA, Rosana Rosa Miranda ; PEREIRA, Ana Carolina Lúcio ; DE PAULA, Thales. A. A. ; FERRÃO, Mauro Henrique de Lima . Alterações dos Parâmetros Gestacionais em Pacientes Tratados com Anti-hipertensivos. 2005. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

 

35.
PEREIRA, Ana Carolina Lúcio ; GERSGORIN, Heloísa Cristina Torres Soares ; DE PAULA, Thales. A. A. ; CASTRO, Eumênia Costa da Cunha ; CORRÊA, Rosana Rosa Miranda ; SILVA, A. O. ; MOREIRA, D. L. ; FERREIRA, E. B. . Repercussões das Síndromes Hipertensivas da Gestação Sobre as Intercorrências Fetais. 2004. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

 

36.
PEREIRA, A. C. L. ; CASTRO, E. C. ; DE PAULA, Thales. A. A. ; MOREIRA, D. L. ; GERGORIN, H. C. T. S. ; CORREA, R. R. M. ; TAVEIRA, M. M. ; SILVA, A. O. ; RESENDE, L. A. P. R. . Avaliação dos Parâmetros Demográficos e Efetividade do Tratamento de Gestantes com Síndrome Hipertensiva. 2004. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

 

37.
FRANCO, J. A. ; MODOLO, R. G. P. ; LOMBARDI, F. ; RESENDE, L. A. P. R. ; VENDRAME Fº, F. ; SILVA, V. J. D. ; COUTINHO, S. ; ROMAO, T. C. ; SILVEIRA, I. L. ; MICHELAN, M. S. ; DE PAULA, Thales. A. A. ; PINHEIRO, S. A. . Relação entre Circunferência abdominal, pressão arterial, IMC e dislipidemia – Dados obtidos no dia de prevenção e combate à Hipertensão Arterial de 2004 em Uberaba – MG. 2004. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

 

Outras produções bibliográficas
1.
FERNANDES, J. B. V. D. ; DE PAULA, Thales. A. A. . ACADEMIA AMERICANA DE OFTALMOLOGIA – LIVRO DOENÇAS EXTERNAS E CÓRNEA – SEÇÃO 8. São Paulo: Grupo Editorial Nacional – Editora Santos, 2013. (Tradução/Livro).

 

2.
FERRAO, M. H. L. ; PEREIRA, A. C. L. ; GERGORIN, H. C. T. S. ; DE PAULA, Thales. A. A. ; CORREA, R. R. M. ; CASTRO, E. C. . Perinatal outcome in the different clinical forms of hypertension during preganabcy. NCBI – Revista da Associação Médica Brasileira, 2006 (Publicação Eletrônica).


Produção técnica
Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
DE PAULA, Thales. A. A.. Site UOL: O que significa tremor nas pálpebras e como tratar. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

 

2.
DE PAULA, Thales. A. A.. Rádio CBN: Glaucoma. 2014. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

 

Redes sociais, websites e blogs
1.
DE PAULA, Thales. A. A.. OLHO SECO. 2014; Tema: OLHO SECO E BAIXA UMIDADE DO AR. (Blog).


Demais tipos de produção técnica
1.
CRESTA, F. B. ; ALVES Milton Ruiz ; DE PAULA, Thales. A. A. . CURSO PRÁTICO CERATOCONE – ORIENTADOR. 2013. .

 

2.
DE PAULA, Thales. A. A.; OCCHIUTTO, Marcelo . Imunologia e rejeição no transplante penetrante de córnea.. 2009. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional – Desenvolvimento de material institucional.).

 

Bancas



Participação em bancas de comissões julgadoras
Outras participações
1.
DE PAULA, Thales. A. A.. Discutidor congresso Oftalmologia USP bloco de Doenças Externas e Córnea bloco IV / II. 2017. Universidade de São Paulo – HC FMUSP.

 

2.
DE PAULA, Thales. A. A.. Discutidor setor de bloco IV / II Córnea e Doenças Externas congresso Oftalmologia USP. 2016. Universidade de São Paulo – HC FMUSP.

 

Eventos


Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
CONGRESSO OFTALMOLOGIA USP. Tratamento cirúrgicos no ceratocone. 2017. (Congresso).

 

2.
CONGRESSO OFTALMOLOGIA USP. Tratamento Cirúrgico do ceratocone. 2016. (Congresso).

 

3.
CONGRESSO OFTALMOLOGIA USP. Implante de Anel Intra-estromal em Ceratocone. 2015. (Congresso).

 

4.
CONGRESSO OFTALMOLOGIA USP. CERATOCONE : ANEL DE FERRARA: CASO CLÍNICO. 2014. (Congresso).

 

5.
CONGRESSO OFTALMOLOGIA USP. Córnea Verticillata – Doença de Fabry. 2013. (Congresso).

 

6.
Congresso de Oftalmologia da USP. Implante anel intra estromal e crosslinking em pacientes com ceratocone. 2012. (Congresso).

 

7.
XX Congresso Brasileiro de Prevenção da Cegueira e Reabilitação Visual. 2012. (Congresso).

 

8.
14 Congresso Oftalmologia USP. Crosslinking Personalizado. 2011. (Congresso).

 

9.
Cursos Integrados Oftalmologia USP. 2011. (Congresso).

 

10.
13º Congresso de Oftalmologia da USP. Implantes de drenagem Molteno 3®. 2010. (Congresso).

 

11.
1 Jornada Paulista de Oftalmologia. 2010. (Outra).

 

12.
Programa Visão do Futuro. 2010. (Outra).

 

13.
Wet Lab Crosslinking, no âmbito dos trabalhos do X Congresso da Sociedade Caipira de Oftalmologia. 2010. (Outra).

 

14.
X Congresso da Sociedade Caipira de Oftalmologia e IX Simpósio da Sociedade Brasileira de Enfermagem em Oftalmologia. Catarata e iridosquise. 2010. (Congresso).

 

15.
XI Congresso Internacional de Catarata e Cirurgia Refrativa e VII Congresso Internacional de Administração em Oftalmologia. Cirurgia de Catarata e Iridosquise. 2010. (Congresso).

 

16.
IX Congresso da Sociedade Caipira de Oftalmologia, XX Jornada Sul Mineira de Oftalmologia e VIII Simpósio da Sociedade Brasileira de Enfermagem em Oftalmologia. Catarata e Osteogenesis imperfecta. 2009. (Congresso).

 

17.
XXXV Congresso Brasileiro de Oftalmologia, realizado pelo Conselho Brasileiro de Oftalmologia. 2009. (Congresso).

 

18.
Campanha contra Catarata na Paróquia São Francisco Xavier.Voluntário. 2008. (Outra).

 

19.
VIII Congresso da Sociedade Caipira de Oftalmologia, XIX Jornada Sul Mineira de Oftalmologia e VII Simpósio da Sociedade Brasileira de Enfermagem em Oftalmologia. Diagnósticos diferenciais de buraco macular. 2008. (Congresso).

 

20.
XVIII Congresso Brasileiro de Prevenção à Cegueira e Reabilitação Visual. 2008. (Congresso).

 

21.
3° Congresso Internacional de Clínica Médica, realizado pela Sociedade Brasileira de Clínica Médica. Resultados Perinatais nas Diversas Formas Clínicas de Hi-pertensão Durante a Gestação. 2006. (Congresso).

 

22.
1º Workshop Vigor Nutrition, realizado pela Liga de Medicina Esportiva da Universidade Federal do Triângulo Mineiro. 2005. (Oficina).

 

23.
7ª Semana do Coração de Uberada, realizado pela Universidade Federal do Triângulo Mineiro. 2005. (Encontro).

 

24.
XIII Congresso da Sociedade Brasileira de Hipertensão. 2005. (Congresso).

 

25.
Dia Nacional de Combate à Hipertensão Arterial, promovida pela Liga de Hipertensão Arterial da Faculdade de Medicina do Triângulo Mineiro. 2004. (Outra).

 

26.
IX Congresso Mineiro de Neurologia, realizado pela Sociedade Mineira de Neurologia. 2004. (Congresso).

 

27.
Semana do Coração de Uberada, realizado pela Universidade Federal do Triângulo Mineiro. 2004. (Encontro).

 

28.
Workshop Nacional de Hipertensão Arterial & Dislipidemias do I Curso de Educação Continuada em Hipertensão Arterial da Faculdade de Medicina do Triângulo Mineiro. 2004. (Oficina).

 

29.
XV Congresso da Sociedade Mineira de Cardiologia, realizado pela Associação Médica de Minas Gerais e pela Sociedade Brasileira de Cardiologia. Alterações dos Parâmetros Gestacionais em Pacientes Tratados com Anti-hipertensivos. 2004. (Congresso).

 

30.
Seminários de Fisiologia da Faculdade de Medicina do Triângulo Mineiro, Departamento de Ciências Biológicas, Disciplina de Fisiologia. 2003. (Seminário).

Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
DE PAULA, Thales. A. A.. Bloco Córnea e Doenças Externas. 2012. (Congresso).

 

2.
DE PAULA, Thales. A. A.. Projeto Cidadão. 2005. (Outro).

 

Educação e Popularização de C & T


Redes sociais, websites e blogs
1.
DE PAULA, Thales. A. A.. OLHO SECO. 2014; Tema: OLHO SECO E BAIXA UMIDADE DO AR. (Blog).

 

Outras informações relevantes


2004 - 2005 Membro efetivo da Liga de Hipertensão Arterial da Faculdade de Medicina do Triângulo Mineiro. 2005 - 2006 Membro da Liga de diabetes da Universidade Federal do Triângulo Mineiro.